FANDOM


Pintura

A pintura maneirista portuguesa teve grande influência da italiana, que veio através do conhecimento dos artistas oriundos desse país. O nome mais importante foi Francisco de Holanda. Na fase final, a pintura maneirista portuguesa reflectiu o espírito da Contra-Reforma e aproximou-se do Barroco. A temática foi principalmente religiosa e histórica (ex: retrato).



Arquitectura

Na arquitectura o Maneirismo permaneceu muito tempo (sécs. XVI, XVII, XVIII), correspondendo ao domínio filipino e ao Barroco. Foi conhecido pelo Estilo Chão, devido à singularidade das fachadas. Apresenta uma arquitectura exterior sóbria, mas o seu interior era exuberantemente decorado. Para o maneirismo Português as Igrejas foram as construções mais importantes, por isso foram construídas nos principais focos urbanos como Porto, Coimbra, Lisboa e Évora. Quem mais aplicou o Maneirismo em Portugal foram os jesuítas, com a construção de templos dotados de um carácter teatral. A Arquitectura maneirista portuguesa foi, portanto, uma Arquitectura essencialmente jesuítica. Exemplos disso são a Igreja de São Lourenço, também chamada Igreja dos Grilos, e a Igreja do Colégio em Santarém.

Igreja.jpg

Igreja dos Grilos

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória